Tempo instável para os próximos dias.

Observe a imagem de satélite desse início de dia muita nebulosidade no estado devido a áreas de instabilidade e também ao deslocamento de uma nova frente fria em direção ao estado.

Dessa quarta-feira até domingo pela manhã tempo instável. Predomínio da nebulosidade com chuva a qualquer momento e trovoada isolada. Poderá ocorrer curtas aberturas de sol. Chance de chuva mais forte na sexta-feira. Totais de chuva de até 60 mm nesse período.

A temperatura não subira muito nesses dias ficando na média entre 18/24°C. No domingo fará frio com mínima do dia entre 12/14°C.

Vento variável com intensidade entre fraca a suave, mas com rajadas mais fortes entre sábado e domingo com até 45 km/h.

Em nossas praias ondulação entre nordeste e leste com até meio metro. No domingo vira para sudeste.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 30/09/2015 – Hora local: 05:45 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 30/09/2015 – Hora local: 05:45 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Terça-feira com nebulosidade variável e o resto da semana com tempo instável.

Temos uma frente fria no oceano se deslocando entre Rio Grande do sul e Rio de Janeiro e outra entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul. Um anticiclone está atuando sobre o estado, deixando parte do mesmo com o predomínio do sol e outras com maior nebulosidade por causa da circulação marítima.

Observe a imagem de satélite desse início da manhã nebulosidade concentrada entre o planalto e o litoral central e norte. Essa terça-feira terá maior nebulosidade no período da manhã com períodos de sol a tarde. Chance de chuva isolada à noite. A temperatura ficará entre 16/25°C.

A partir dessa quarta-feira até o fim de semana o tempo será instável devido a áreas de instabilidade e ao deslocamento de uma nova frente fria. Céu com predomínio da nebulosidade, algumas aberturas de sol com condições de chuva a qualquer momento. Totais de chuva de até 95 mm. A temperatura ficará entre 18/24°C para esse período.

Para sábado e domingo rajadas fortes de vento de até 60 km/h.

Em nossas praias a ondulação predominante é de leste, variando em alguns momentos entre nordeste e sudeste com até meio metro. No domingo a ondulação mudará para sudeste com até 1 metro.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 29/09/2015 – Hora local: 07:10 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 29/09/2015 – Hora local: 07:10 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Tempo melhora nesse início de semana.

Observe a imagem de satélite desse início de manhã nebulosidade espaçada no estado, mais concentrada junto ao litoral devido a passagem de uma frente fria no fim de semana. No próximo fim de semana nova frente fria desloca-se pelo estado. Já choveu em torno de 75% acima da média histórica com a precipitação desse fim de semana (até agora 100 mm acima da normal climatológica da cidade).

Nessa segunda-feira nebulosidade na madrugada e manhã com chuva nesse período. A partir da tarde diminuição das nuvens e a presença do sol. Na terça-feira teremos sol entre algumas nuvens. Faz um friozinho no início do dia com 15°C e máxima de 25°C.

A partir de quarta-feira até o fim de semana a instabilidade voltará com maior presença da nebulosidade, aberturas de sol e condição de chuva. Por enquanto chance de chuva mais forte para o próximo domingo. A temperatura não subirá muito ficando entre 18/24°C.

Em nossas praias ondulação entre sudeste e leste para essa segunda-feira. De terça-feira até o fim de semana ondas entre leste e nordeste com até meio metro.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 28/09/2015 – Hora local: 07:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 28/09/2015 – Hora local: 07:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Tempo instável para o fim de semana.

Áreas de instabilidade associadas ao deslocamento de uma frente fria pelo estado deixa o tempo instável nessa sexta-feira e fim de semana.

Tempo com muitas nuvens, pancadas de chuva e trovoada isolada. Chance de chuva forte no domingo. Precipitação de até 70 mm para esse período. A temperatura ficará entre 18/24°C.

Rajadas fortes de vento nessa sexta-feira com até 45 km/h.

Em nossas praias ondulação variando entre leste e sudeste com até meio metro. No domingo ondas maiores de até 1 metro.

Observe a imagem de satélite desse início de manhã muita nebulosidade no estado.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 25/09/2015 – Hora local: 06:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 25/09/2015 – Hora local: 06:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Tempo instável para os próximos dias.

Observe a imagem de satélite desse início de manhã nebulosidade presente em Santa Catarina de forma espaçada e fortes áreas de instabilidade no Rio Grande do Sul. Amanhã uma nova frente fria desloca-se em direção ao estado deixando o tempo instável.

Essa quinta-feira começa com maior nebulosidade e chuva fraca isolada. O sol aparecerá no decorrer do dia com condições de chuva isolada à noite. Faz calor com temperatura entre 21/31°C.

Sexta-feira com muitas nuvens, possíveis aberturas de sol pela manhã e condições de pancadas de chuva e trovoada isolada. A temperatura ficará entre 20/30°C.

Fim de semana com tempo instável. Predomínio da nebulosidade com céu encoberto e chuva. Condições de chuva forte em alguns momentos, principalmente no domingo. A temperatura ficará entre 19/23°C.

Possibilidade de chuva de até 105 mm para os próximos 10 dias.

Em nossas praias ondulação entre nordeste e leste com até meio metro dessa quinta-feira até sábado. No domingo o mar vira para sudeste e permanece assim no início da próxima semana.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 24/09/2015 – Hora local: 06:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 24/09/2015 – Hora local: 06:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Quarta e quinta-feira de tempo bom.

A primavera começou hoje às 5h20min (leia o post abaixo sobre a primavera) com alguns nevoeiros nas baixadas. Tempo bom para essa quarta e quinta-feira com sol e variação na nebulosidade entre poucas a algumas nuvens. Faz calor com temperaturas máximas próximas aos 34°C.

Na sexta-feira o tempo muda com a chegada de uma nova frente fria associada com áreas de instabilidade. Teremos o predomínio da nebulosidade, possíveis aberturas de sol no início do dia e depois condições de chuva com trovoada isolada.

Para o fim de semana tempo instável com muitas nuvens e chuva. A temperatura não subirá muito ficando entre 18/23°C.

Observe a imagem de satélite desse início de dia nebulosidade esparsa no estado e forte instabilidade no Rio Grande do Sul.

Em nossas praias predomínio da ondulação entre leste e nordeste com até meio metro, mas a tendência é de poucas ondas.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 23/09/2015 – Hora local: 05:45 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 23/09/2015 – Hora local: 05:45 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

A primavera começa amanhã.

Nessa quarta-feira às 5h20min começará a primavera astronômica, ou seja, o equinócio de primavera onde o dia e a noite têm duração de 12 horas. A primavera climatológica já começou no mês de setembro. A primavera é uma estação de transição, e assim sendo, a primeira metade tem a cara do inverno e a segunda metade a cara do verão.

Essa estação estará sob a influência do El Niño que se fortalecerá nos meses de outubro e novembro (figura). As características gerais do El Niño para a região sul são de chuvas e temperaturas acima da média histórica.

Anomalia da temperatura da superfície do mar - Climate Prediction Center - National Weather Service - EUA
Anomalia da temperatura da superfície do mar – Climate Prediction Center – National Weather Service – EUA

Tanto os modelos internacionais como os nacionais indicam para essa tendência de chuva acima da média histórica com uma possibilidade de 75% na média e acima da média para o trimestre de outubro, novembro e dezembro. Modelos nacionais colocam anomalias positivas de 75, 50 e 25 mm acima da média que é de 154, 151 e 155 mm respectivamente.

A média das temperaturas mínimas para esse trimestre é de 17, 18 e 20°C e para as máximas de 24, 26 e 28°C respectivamente. Esse ano as temperaturas estão mais altas que as médias principalmente anomalias positivas nas temperaturas mínimas com até 3°C acima da média histórica e 1,5°C na temperatura média. Essa tendência continuará nessa primavera.

O vento predominante nesses meses é de nordeste com intensidade de 7 km/h. A média de dias com chuva é de 15 dias/mês, mas esse ano a média está em torno de 20 dias/mês.

Vale ressaltar que mesmo tendo tendência de chuvas acima da média, se for bem distribuída não trará maiores problemas. Nesse ano somente os meses de janeiro, abril e agosto tiveram chuva abaixo da média histórica e os demais acima e tivemos apenas problemas pontuais. Contudo é importante observar os avisos da Defesa Civil Municipal sobre eventos extremos.