Uma frente fria passa hoje por nossa região.

Observe a imagem de satélite desse início de dia muita nebulosidade no oeste e sul do estado. Isso se deve a passagem de uma frente fria associada a áreas de instabilidades que avança por Santa Catarina no decorrer do dia.

Terça-feira de sol com aumento da nebulosidade e pancadas de chuva a partir da tarde. Na madrugada e início do dia nevoeiros isolados. A temperatura mínima em Itajaí foi de 14,7°C e a máxima chegará aos 25°C.

Na quarta-feira teremos sol entre algumas nuvens. Chance de chuva isolada na madrugada e noite. A temperatura ficará entre 14/24°C.

Quinta e sexta-feira com muitas nuvens, aberturas de sol e chuva a qualquer momento. A temperatura ficará entre 15/25°C.

Sábado com sol e algumas nuvens, mas principalmente com frio. A temperatura ficará entre 8/17°C. No domingo também faz frio com temperatura entre 9/18°C. O dia começa com sol e chance de chuva fraca ocasional no decorrer da tarde e noite.

Em nossas praias ondulação entre nordeste e leste com até meio metro e algumas séries maiores. No sábado a ondulação vira para o sudeste.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 30/06/2015 – Hora local: 05:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 30/06/2015 – Hora local: 05:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Anúncios

Semana com tempo instável.

Uma frente fria desloca-se pela região sul, chegando a nossa região entre terça e quarta-feira. Na quinta-feira áreas de instabilidade atuarão no estado. Dessa forma semana com tempo instável.

Segunda-feira de sol com nebulosidade variável entre muitas/algumas nuvens. Chance de nevoeiro isolado ao amanhecer e chuvisco à noite. A temperatura às 5 horas em Itajaí era de 14,4°C e a máxima chegará aos 24°C.

A terça-feira começa com sol, mas a nebulosidade vai aumentando com pancadas de chuva ao final da tarde/noite. A temperatura ficará entre 15/26°C.

Na quarta-feira sol entre nuvens com chuva na madrugada e noite. A temperatura ficará em 17/25°C.

Na quinta-feira o tempo será instável com o predomínio da nebulosidade e chuva a qualquer momento. A temperatura não sobe muito ficando entre 15/19°C.

Na sexta-feira teremos alguns períodos de sol com pancadas de chuva, principalmente na madrugada e noite. A temperatura será de 15/26°C.

Fim de semana com frio. As temperaturas mínimas ficarão abaixo dos 10°C.

Nessa semana em nossas praias ondas variando entre leste e nordeste com até meio metro e algumas séries maiores.

Observe a imagem de satélite desse início de dia áreas de instabilidade no Rio Grande do Sul chegando a Santa Catarina.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 29/06/2015 – Hora local: 05:00 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 29/06/2015 – Hora local: 05:00 – Sul do Brasil.

Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)/Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC)/Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais (DSA) modificado por LabClima/UNIVALI.

O tempo para o fim de semana.

Observe a imagem de satélite de início de dia nebulosidade presente entre o litoral e a serra devido a circulação marítima, ou seja, os ventos úmidos do mar. Essa condição permanece nessa sexta-feira e fim de semana.

Dessa forma o tempo terá sol com nebulosidade variável. Períodos de muitas nuvens intercalando com períodos de algumas nuvens. Chance de chuva fraca ocasional, geralmente rápida.

As temperaturas ficarão 13/15 de mínimas e máximas entre 22/24°C. Ventos com intensidade fraca à suave e rajadas de até 30 km/h.

Em nossas praias ondas de leste com até meio metro e séries maiores.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 26/06/2015 – Hora local: 07:10 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 26/06/2015 – Hora local: 07:10 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Circulação marítima atuará até o fim de semana.

Continuamos sob influência de um anticiclone sobre o oceano facilitando a circulação marítima. Essa condição deixará o tempo até o fim de semana com muitas nuvens e alguns períodos de sol. Chance de chuva fraca isolada, geralmente na madrugada/início do dia e a noite.

As temperaturas ficarão entre 14/16°C de mínimas e 20/23°C de máximas. Vento fraco à suave. Observe a imagem de satélite desse início de manhã a nebulosidade concentrada entre o litoral e o planalto.

Em nossas praias ondas entre sudeste e leste com até meio metro e uma ou outra série maior.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 25/06/2015 – Hora local: 07:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 25/06/2015 – Hora local: 07:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Semana com nebulosidade variável por causa da circulação marítima.

Observe a imagem de satélite dessa manhã muita nebulosidade sobre o litoral da região sul. Essa condição se deve a um anticiclone sobre o oceano que facilita a circulação marítima e permanece até o fim de semana.

Dessa quarta-feira até domingo teremos nebulosidade variável, ou seja, alguns períodos de sol intercalando com períodos de maior ou menor cobertura de nuvens. Condições de chuva fraca isolada, geralmente na madrugada/início do dia e noite. As temperaturas não sobem muito, ficarão entre 12/14°C de mínimas e entre 18/22°C de máximas. Ventos com intensidade fraca à suave nesse período.

Em nossas praias ondas entre sudeste e leste com até meio metro e uma ou outra série maior.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 24/06/2015 – Hora local: 09:40 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 24/06/2015 – Hora local: 09:40 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Nebulosidade variável para a semana.

Uma frente fria desloca-se pelo oceano em direção a região sudeste. Observe a imagem de satélite dessa manhã pouca nebulosidade no estado, mais concentrada no Rio Grande do Sul devido ao sistema frontal.

Essa semana depois da passagem da frente fria um anticiclone atuará sobre o oceano e no litoral atuará a circulação marítima. Com essa condição teremos muita variação na nebulosidade, entre algumas nuvens a muitas nuvens. Chance de chuva fraca isolada nesse período, geralmente na madrugada e noite. As temperaturas ficarão entre 11/14°C de mínimas e máximas entre 18/22°C.

Em nossas praias ondas de nordeste para hoje. Na terça-feira começa a girar para sudeste e ficando assim durante a semana com meio metro e algumas séries maiores.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 22/06/2015 – Hora local: 08:45 – Sul do Brasil.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Visível – dia 22/06/2015 – Hora local: 08:45 – Sul do Brasil.

Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmosphere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Inverno sob influência do El Niño.

Hoje às 13h38min começará o inverno astronômico, ou seja, a passagem do equinócio de inverno no hemisfério sul com a noite mais longa do ano e as próximas também. O inverno climatológico já começou nesse mês de junho.

Esse inverno estará sob influência do El Niño que começou a se fortalecer no mês de Abril e continuará se fortalecendo até Dezembro, início do verão, conforme observamos na figura abaixo, com intensidade entre fraca a moderada.

Anomalias das Temperaturas da Superfície do Mar - Niño 3.4. Fonte: NWS/NCEP/CPC/NOAA/EUA.
Anomalias positivas das Temperaturas da Superfície do Mar – Niño 3.4. Fonte: NWS/NCEP/CPC/NOAA/EUA.

O El Niño de forma geral traz para o centro sul do país estações mais chuvosas e quentes.

Os principais modelos brasileiros do CPTEC/INPE e INMET/MAPA indicam para o trimestre de Julho/Agosto/Setembro chuva na média e acima da média histórica da região. Em relação as temperaturas ficarão acima da média histórica o que já vem ocorrendo nos últimos meses.

Para os modelos internacionais, principalmente o NCEP da NOAA (EUA) e o IRI da Universidade de Columbia (EUA) indicam também temperaturas acima da média histórica e chuva na média e acima de média histórica. O modelo da Universidade de Columbia coloca especialmente que a chuva ficará acima, mais próxima da média nos meses de Julho e Agosto, e a partir de Setembro 75% de chance de chuva acima da média histórica.

Para nossa região deveremos ter chuvas na média e acima da média histórica. Em Itajaí já vem chovendo acima da média histórica, mas de forma distribuída. No mês de Maio choveu 100% acima da média e nesse mês de Junho ultrapassamos em 7% acima da média com as chuvas do último dia 18. A média de chuvas para Itajaí é de 120 mm para Julho, 91 mm para Agosto e 142 mm para Setembro.

Quanto a temperatura deverá ser um inverno mais quente, mas com ondas de frio, ou seja, curtos períodos de frio mais intenso, como ocorreu nesse mês de Junho. No dia 16 tivemos a menor temperatura do ano com 5,5°C e depois no dia 19 com 7,6°C. A média das temperaturas mínimas para Itajaí no trimestre Julho/Agosto/Setembro é de 12, 13 e 14°C respectivamente. A média das temperaturas máximas para esse mesmo período é de 21, 22 e 23°C. A menor temperatura registrada em Itajaí foi em Agosto de 1991 com 0,5°C negativos e a maior temperatura registrada para o inverno foi em Agosto de 1993 com 36°C.

Finalizando como temos perspectivas de chuva acima da média histórica para os próximos meses é que os moradores de nossa região fiquem atentos aos avisos dos institutos meteorológicos, bem como das Defesas Civis Municipais.